Uma poltrona cor de rosa era o meu lugar favorito de leitura, quando adolescente.
Neste blog, minha nova poltrona cro de rosa, quero registrar textos que me tocaram, em dferentes fases da vida.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Sonho de Uma Noite de Verão - Mário Quintana - (trecho)


SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO

(MÁRIO QUINTANA)

 

“Quem disse que a poesia é apenas

agreste avena?

A poesia é a eterna Tomada da Bastilha

o eterno quebra-quebra

o enforcar de Judas, executivos e catedráticos em todas as esquinas

e,

a um ruflar poderoso de asas,

entre cortinas incendiadas,

os Anjos do Senhor estuprando as mais belas filhas dos mortais...

Deles, nascem os poetas.

Não todos. Os legítimos

espúrios:

um Rimbaud, um Poe, um Cruz e Souza...

 

(Rege-os, misteriosamente, o décimo-terceiro signo do Zodíaco)."